DICAS DE DECORAÇÃO - COMO MONTAR SUA ÁRVORE DE NATAL


Queremos te ajudar a enfeitar sua casa para o Natal, então, postaremos aqui dicas para você saber por onde começar!


E claro que a primeira delas não poderia ser outra senão a nossa queridinha árvore de Natal!


Você sabia que o costume de enfeitar árvores é mais antigo que o próprio Natal? Antes de Cristo praticamente todas as culturas e religiões pagãs usavam enfeites em árvores para celebrarem a fertilidade da natureza.


Os romanos adornavam as árvores em honra de Saturno, que era o seu Deus da agricultura.


No Egito era hábito, no solstício de Inverno, trazerem ramos verdes para dentro das suas casas, como forma de celebrarem a vitória da vida sobre a morte.


Os druidas Celtas, em épocas festivas, decoravam os carvalhos com maçãs douradas.


Os primeiros registos da adoção da árvore de Natal pelo cristianismo surgem no norte da Europa no começo do século XVI, embora tudo indique que por essa altura já era uma tradição vinda da época medieval, pois há registos de “Árvores de Natal” na Lituânia por volta do ano de 1510.


No antigo calendário cristão, o dia 24 de Dezembro era dedicado a Adão e Eva e a sua história costumava ser encenada nas igrejas. Como representação do paraíso era usada uma árvore carregada de frutos.


Os cristãos ganharam, então, o hábito de montarem essa alegoria em suas casas com árvores que, com o passar dos tempos, foram ficando cada vez mais decoradas: as estrelas simbolizando a Estrela de Belém, as velas simbolizando a luz de Cristo e as rosas em homenagem à Virgem Maria.


Durante os séculos XVII e XVIII este hábito tornou-se tão popular entre os povos germânicos, que estes atribuíram a criação da árvore de Natal ao seu congénere Martinus Luter, (Martinho Lutero em português), fundador do protestantismo. Reza a lenda germânica que Lutero, ao passear durante uma noite limpa pela floresta, observou o efeito das estrelas no topo das árvores e trouxe essa imagem para a sua família na forma de uma árvore com uma estrela no topo e decorada com velas.


Mas foi só durante o século XIX que a árvore de Natal começou a se difundir pelo resto do mundo, graças à contribuição da monarquia britânica. O príncipe Alberto, o marido de origem alemã da rainha Vitória, montou uma Árvore de Natal no palácio real britânico. Foi então tirada uma fotografia da família real junto à árvore, fotografia essa que foi publicada na revista “Illustrated London News”, no Natal de 1846. (texto tirado do site A Origem das Coisas)


O dia de montar as decorações natalinas varia em cada país. Enquanto nos Estados Unidos se monta a árvore de Natal no Dia de Ação de Graças, no Brasil o dia certo para montar a árvore de Natal é no 4° domingo antes do Natal, dia que marca o início do Advento. A festa cristã relata que no dia 6 de janeiro, no Dia de Reis, data que assinala a chegada dos Três Reis Magos a Belém, encerra-se as festas do Natal, quando a árvore e demais decorações natalinas são desfeitas.


Então vamos para a prática?


Para começar precisamos escolher um lugar especial na casa onde a sua árvore ficará exposta durante todo esse período comemorativo!


Escolhida a arvore de Natal, devemos abrir galho por galho, deixado seu porte cheio e vistoso para receber os enfeites.


O primeiro enfeite a ser colocado é o pisca pisca! Ele deve fazer o fundo da arvore, sendo passado por todos os galhos. Se a arvore for grande, será necessário mais de um conjunto de luzinha para deixar ela bem iluminada. Você pode optar por colocar piscas piscas que se unem para evitar muitas tomadas a serem ligadas. Feito isso, com a luzes acessas, verifique se não ficou nenhum buraco escuro.


Pronto para os enfeites! Escolha primeiro os enfeites grandes e vá colocando de cima para baixo escolhendo pontos específicos afim de deixar a exposição mais assimétrica!


Agora os enfeites pequenos tampando os buracos deixados e harmonizando a organização! Sempre observe a árvore de longe para perceber melhor os espaços vagos!


Use da criatividade! Nem só de bolas vive uma árvore de Natal hoje.

Tem enfeites para todos os gostos e idades. Laços, bonecos, balas, estrelas, enfim, é só deixar fluir a sua imaginação!


E por fim, escolha o topo da árvore de acordo com os enfeites escolhidos!

Seguindo esses passos, tenho certeza que sua árvore de Natal ficará deslumbrante, pronta para receber os presentes do bom velhinho, o Papai Noel e os amigos para aquela selfie!

Destaques

Posts Recentes

Arquivos

Tags